Suzana uma cadeirante ...Eficiente até demais



Encontrei minha amida Suzana, uma loirinha de parar o transito, 1,65 altura, magrinha e uns peitinhos e pernas lindas.
Mas ela sofreu um acidente e hoje está em uma cadeira de roda.
Ficou triste e constrangida me contando a história.
Eu lhe disse menina você tem a vida toda pela frente. E do mais continua linda e muito gostosa viu.
Eu a desejei desde o primeiro momento eu te vi hoje. Você eh linda, e gostosíssima.
- Não, ai já demais dizer que sou gostosa.
Peguei-a no colo, sentamos num banco que ficava próximo de onde estávamos, meio escuro, coloquei ela no meu colo, e beijei-a, comecei a abraçá-la, e ela já foi passando as mãos pelas minhas costas, passei a lamber o seu pescoço, ela gemia baixinho, me chamando de doido, passeava as mãos pelas suas pernas, enfiando as vezes pela fenda de sua saia, ela abriu minha camisa e ficou beijando meu peito, aproveitei e toquei os seios dela por cima da blusa, bem firmes, biquinhos durinhos, ja excitadíssimos, ela enfiava as unhas nas minhas costas me pedindo para parar.
Fui abrindo os botões de sua blusinha, puxei um de seus peitos pra fora do soutien e apertei bem forte o mamilo, ela quase desfaleceu, ficando de lado para permitir as caricias que fazia, desataquei o soutien com uma das mãos, deixando os mais livres, para a massagem que fazia, ela agora mais a vontade tentou abrir minha calca e enfiar sua mãos, mas nessa hora um carro virou entrou jogando luz em nossa cena e nos trazendo para o mundo real em que vivíamos. Ela me chamou para ir a sua casa. Ela possuía um carro adaptado, e morava num apto, no caminho, aproveitei que ela não usava as pernas para dirigir para tirar a sua calcinha, e coloca-la na altura do joelho, ela não podia me acariciar pois usava as duas mãos para dirigir. E não parava de falar:
- louco, você eh louco, você me está me deixando louca. Huuhuuuuuu.
Chegamos num prédio bem charmoso, ela parou o carro, ajudei ela a descer e sentar na cadeira, já tirando de vez a sua calcinha, fomos pelo elevador de serviço, por causa do tamanho da cadeira de rodas, e dentro do elevador, ela mesmo abriu sua blusa de novo, ainda com o soutien meio fora do lugar, o que deixava a mostra as duas aureolas escuras e os mamilos bicudos, abriu o zíper de minha calca e engoliu o meu pau, fazendo um boquete fantástico, a altura era perfeita, o elevador parou no 12 andar, entramos num dos apartamentos, bem equipado, e com uma vista linda da cidade, pediu para sentar no sofá, e disse que ia fazer uma coisinha, abriu a geladeira, pegou uma espumante e duas tacas no armário, abriu serviu pra os dois e voltou ao meio da sala, baixou a luz e colocou uma musica bem provocante, tirou lentamente a blusa e o soutien, me deixando ver por inteiro aqueles peitos lindos, com lindas marquinhas de biquíni, apontando os biquinhos para cima.
Como estava sem calcinha, abriu a saia e pediu para eu puxar por baixo, ficando nuazinha em cima da cadeira, tirei minha roupa também, ela se colocou bem na ponta da cadeira, se aproximou de mim, ficou de joelhos no chão e veio caindo em cima de mim, se ajeitado para ficar cada perna de um lado, sem deixar penetra-la.
Abracei-a e passei a chupar os seus seios, ela gemia muito alto e falava coisas incompreensíveis, coloquei meu cacete entre suas pernas e comecei a brincar devagarzinho, era bem apertadinha, sua pélvis mexia num movimento frenético, eu tomava cuidado para não deixar suas pernas dobrarem.
Eu comecei a atiçá-la, falando muita putaria, ela muito safadinha contribuía comigo falando que estava toda molhadinha.
Pedi se poderia chupar a sua xoxotinha, Comecei a chupá-la devagar, com as mãos alisando suas pernas. A chupada foi ficando cada vez mais forte, e ela gemia gostoso. Olhava em seus olhos, e ela dizia: \"Chupa gostoso, chupa\". Continuei chupando, e agora fazia carinhos no seu clitóris. Ela gemia mais alto. Subi e fui descendo dando muitos beijos pelos seios, barriga, virilha, até chegar numa bucetinha toda depilada, e completamente ensopada. Chupei. Chupei como nunca tinha chupado uma buceta na vida. Enfiava meu dedo, e ao mesmo tempo prendia seu clitóris entre meus lábios e ficava passando a pontinha da língua de forma circular. Logo já estava com um dedo na buceta e outro no cuzinho enquanto continuava chupando o clitóris agora já de forma frenética. Pelos gemidos de AHHHHH, e VAI GOSTOSO.... Ela devia estar gostando bastante. Não resisti, e enfiei minha língua todinha naquela buceta melada, cheirosa, apertada e quente. Fiquei fudendo aquela bucetinha com minha língua por um bom tempo, até que ela falou: \"não aguento mais, vem cá que eu quero te chupar\". Me levantei, ela pegou meu caralho duro com uma pedra, e olhou, olhou, e disse: "que pau lindo, negro gostoso". E começou a chupar. Devagarinho, olhando nos meus olhos, enfiando meu pau todinho na sua boca, passando a língua na cabeça todinha, chupando meus testículos... E como ela chupava gostoso. Ficamos nessa brincadeira de eu chupá-la e ela me chupar por mais de meia hora, então ela falou: "vamos para o quarto".
A peguei no colo e fomos para nosso ninho de amor.
Começamos um 69 de ar inveja a qualquer um. Mais uma vez chupei e fui chupado deliciosa e demoradamente. Ela dizia: \"Seu pau é gostoso demais, não dá vontade de parar de chupar\". Minha língua já estava doendo quando ela disse: \"Agora vem cá me comer, vem\". Eu me levantei, peguei uma camisinha no bolso da calça, e ela estava na beirada da cama dizendo: \"Vem comer sua putinha vem\". Coloquei a camisinha e fiquei admirando aquela buceta linda, sem um fio de cabelo, pequenininha ensopada. Não meti de imediato, fiquei pincelando a cabeça do pau na entrada, para cima e para baixo....sem pressa. Coloquei na entradinha, e ela veio empurrando a bunda para trás, fazendo meu pau entrar todinho, com um pouco de dificuldade. Fiquei parado, e ela fazendo movimentos leves com o quadril. Eu só olhava, e de repente comecei a meter bem devagarinho, e rebolar segurando seu quadril. Ela falou: \"Seu pau é uma delícia....Rebola mais, rebola, rebola. Já começava a meter com um pouco mais de velocidade, mas sempre com muito cuidado. Ficamos assim por um bom tempo, e ela me pediu para dar uns tapas na sua bunda. Era lindo ver meu pau saindo quase todo e entrando todinho naquela bucetinha completamente depilada. Mudamos de posição. Desta vez, a coloquei por cima ela sentou no meu pau. Olhando sempre nos meus olhos, sentou eu a levantava e soltava nossa ela gritava e urrava como uma louca, gemendo alto e falando que estava bom demais, que meu pau era uma delícia, que eu estava todinho dentro dela, etc...
Ela olhava pra mim e sorria, e eu a segurava e abria suas nádegas pra poder ver melhor meu pau entrando naquela buceta linda. Ela gozava com facilidade, e a cada gozada continuava a foder meu pau com uma maestria incrível. Depois de mais de uma hora de foda deliciosa e inúmeras posições ela perguntou se eu não iria gozar. Perguntei se ela queria me ver gozando, e ela respondeu que sim. Então deitei-me sobre ela, coloquei suas pernas em minha costas, enfiei dois dedos naquele cuzinho que já estava pra lá de piscando, e completamente melado, e meti forte, rápido, sem dó. Ela gemia e me apertava, me arranhava as costas dizendo que estava gostoso demais, pra eu gozar gostoso na buceta dela, e eu gemendo sacanagens ao ouvido dela gozei forte, gemi, um gozo demorado, gostoso... Nos beijamos, por um tempo, e eu deitei ao seu lado.
Descansamos um pouco e sentindo ela pronta pra outra, comecei a pincelar a cabeça do pau em sua buceta, a cada vez que o fazia, ela suspirava de tesão.
-Vai, põe isso ai dentro , vai....
Devagar, comecei a empurrando lentamente meu caralho, sentindo ceder um pouquinho, ela gemia, como querendo abrir mais a buceta, senti entrando, suas paredes apertadas, foi entrando aos poucos, fui sentindo cada centímetro de sua buceta carnuda, quente, úmida ,e ela, também cada cm do meu pau, duro, pulsante, uma vez dentro , ficamos parados nos beijando, e , lentamente comecei a me mexer, logo ela estava levando rola como merecia, assim que acostumou, a virei de 4 e comecei a estocar forte, sentia bater em seu útero, ela gemia alto agora, tremia toda, minha pica entrando e saindo toda daquela buceta maravilhosa que agora sabia o que era uma pau de verdade.
Fiz todos seus desejos, de várias posições, gozou mais de três vezes.
Os carinhos recomeçaram e meu pau novamente ficou em ponto de bala. Ela me chupava mais uma vez e eu disse que agora queria comer seu cuzinho. Ela disse: \"Mas seu pau é muito grosso...\" Eu avisei que iria com calma, e que se doesse muito, pararia. Ela sorriu concordando, fui na geladeira e peguei nabteiga. Pensei: \"Beleza, agora vai ter uma putaria mais trabalhada\". Eu coloquei outra camisinha. Ela alisava meu pau e eu passava em seu cuzinho, e aproveitava pra enfiar mais 2 dedos pra deixá-lo relaxado. A coloquei de costas na beirada da cama.
E ela disse: \"Vem gostoso, fode meu cuzinho que eu estou doida pra sentir seu pau todinho aqui\". Eu tentei meter umas 3 ou 4 vezes, mas meu pau, que é um pouco grosso, teimava em ir pra cima ou pra baixo. Peguei mais um bocado de manteiga ela mesma pegou de minha mão e passou em 2 de seus dedos e disse: \"Olha:\" E enfiou os 2 dedos em seu cuzinho, e depois mais 1 e depois mais outro... E ficou enfiando 4 dedos naquele cuzinho rosinha e olhando pra mim com um sorriso maroto nos lábios. Peguei meu pau, coloquei na entrada do cuzinho dela e falei: \"Agora vai... quando a cabeça entrou, ela gritou, até entrar tudo e ela sentir meu saco batendo em sua bunda. Começei um vai e vem lento, como tem que ser, e depois comecei a me movimentar mais rápido, mais forte, e eu olhando ela com o tórax num travesseiro, abrindo aquele cuzinho delicioso com as duas mãos gemendo alto, gritando pra eu ir mais forte que estava delicioso, que meu pau era grosso, que o cú dela tava ardendo mas era pra eu fuder forte porque tava gostoso demais. E eu fodi, forte, profundo, enfiava com muita força naquilo que eu não acreditava ser um cú, de tão lubrificado e gostoso que estava. Fodi, fodi, fodi, meti até cansar naquele cuzinho delicioso, e quanto mais forte e rápido eu metia mais ela gemia, mais ela gritava que não era pra eu parar porque tava gostoso demais ela gozar com meu pau todinho enterrado em seu cú.
- Ohhhhhh!! Que rabinho gostoso da minha safadinha!!! – e ela gemia gostoso sentindo muito prazer.
- Aiiiii!!! Seu safadoooooo!!! Fode esse cuzinhoooo!!! Fode, taradooo!!
– AROMBA SAFADO! ME RASGA! GOZA DENTRO DE MIM! PORRAAAAAA!!!! Ai!!! Cachorro hummm.
-Toma no cu... pede... pede... pra tomar no cu...-Ahhhh... fode meu cuzinho...fode... seu tarado.-Tarado....
guarda todo o meu caralho no seu cuzinho.-Ahhhh... hummmm...-Mexe gostoso...   -AAAAAAAAAAAAAAHHHHHH vou gozar CADELA!-Ahhhhhhhh....goza no meu cu......enche cuzinho de porra.-AHHHHHHHH...quero leite quentinho ahhhhh
Tô gozando de novo!!!!!!!!!!!!!! Ai gostosa!!!! Gostosa!!!!!!!!!!!'
Senti meu caralho pulsar e encher aquele cuzinho maravilhoso de porra quente.
-_Aiiiiiiiii..................assim!!!!!! delicia AIIIIIIII que delicia vaiiiiii aiiiiiii assim!!!!!!!!!!!! aiiiiiii eu toooo aiiiii voooo..... gozaaaaar assimmm aaaaaaaahh ela tocava uma linda e deliciosa siririca.
Dormimos abraçados em sua cama. Pela manha, ela me acordou com um beijo, e me chamou de tarado, que isto não se faz, se aproveitar de uma deficiente física:
- Eficiente, você que dizer, hein, ou alguém que soubesse de sua performance ontem iria duvidar.
Ela riu e pediu um tempo para ser ajeitar, colocou uma toalha na cadeira, e foi ao banheiro, depois de alguns minutos, estava com uma toalha no cabelo e outra cobrindo o corpo, me fez um excelente café da manha e foi me deixar em casa depois de uma noitada maravilhosa.
Foto 1 do Conto erotico: Suzana uma cadeirante ...Eficiente até demais

Foto 2 do Conto erotico: Suzana uma cadeirante ...Eficiente até demais


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario gugu7l

gugu7l Comentou em 12/02/2016

muito bom mesmo, que experiencia diferente, votado...

foto perfil usuario carinhosonene

carinhosonene Comentou em 12/02/2016

adoraria conhecer sua amiga....




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


75168 - Minha visinha - Categoria: Heterosexual - Votos: 9
75173 - Como comi a irmã da vizinha - Categoria: Heterosexual - Votos: 10
75345 - Uma ninfetinha gostosa - Categoria: Heterosexual - Votos: 13
75348 - A Japinha gostosa - Categoria: Heterosexual - Votos: 10
75403 - Carnaval(inesquecivel) na praia de nudismo - Categoria: Heterosexual - Votos: 12
75411 - Carnaval(inesquecível) na praia de nudismo parte 2 - Categoria: Heterosexual - Votos: 8
75489 - Aula de Sexo para a novinha - Categoria: Heterosexual - Votos: 8
75516 - Um desabafo e real/ quero amar de verdade... - Categoria: Fantasias - Votos: 5
75572 - W Drácula e suas chupanças...uma historia de T.... - Categoria: Fantasias - Votos: 1
75573 - A historia de Maria sem bunda - Categoria: Heterosexual - Votos: 6
75755 - Recebi a visita de Mamãe noela - Categoria: Heterosexual - Votos: 4
75763 - O lado bom da traição consentida - Categoria: Heterosexual - Votos: 6
75772 - Carnaval(inesquecível) na praia de nudismo parte 3 - Categoria: Heterosexual - Votos: 5
75821 - Symoninha a viciada em sexo, um sonho realizado. - Categoria: Heterosexual - Votos: 5
75823 - Um casal bem liberal - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
75824 - A escrava loira e seu rabão - Categoria: Traição/Corno - Votos: 9
75847 - Uma coroa muito gostosa - Categoria: Traição/Corno - Votos: 9
77749 - Uma Jovem senhora casada e tarada. - Categoria: Heterosexual - Votos: 7
77764 - Comendo a Personal Capixaba - Categoria: Heterosexual - Votos: 10
77765 - Comendo a Personal Capixaba - Parte II - Categoria: Heterosexual - Votos: 7
77766 - Minha linda e doce Ninfeta - Categoria: Heterosexual - Votos: 19
77864 - Louco desejo por uma mulata deliciosa - Categoria: Heterosexual - Votos: 1
77869 - Coisas de Muleke, o rabinho dos sonhos - Categoria: Heterosexual - Votos: 1
78248 - Panela velha faz comida boa, que coroa deliciosa - Categoria: Heterosexual - Votos: 4
78263 - Neguinha, virgem, tarada e sedutora - Categoria: Heterosexual - Votos: 3
78268 - Neguinha, virgem, tarada e sedutor - Parte 2 - Categoria: Heterosexual - Votos: 4
78270 - Pecado da carne, desejos de um sedutor - Categoria: Fantasias - Votos: 1
78514 - Uma ruivinha deliciosa - Categoria: Heterosexual - Votos: 3
78523 - Mineirinha pervertida - Categoria: Heterosexual - Votos: 1
78526 - Morena sensação - Categoria: Heterosexual - Votos: 1
78528 - Trepei com a morena no onibus circular - Categoria: Exibicionismo - Votos: 1
78562 - Puro tesão, o ponto G de Iasmim - Categoria: Heterosexual - Votos: 2
78565 - Puro tesão, o ponto G de Iasmim parte 2 - Categoria: Heterosexual - Votos: 4
78568 - Marina(prima)loira Marina que me encantou - Categoria: Incesto - Votos: 8
78655 - Salvando Marina - Categoria: Heterosexual - Votos: 2
78769 - Titia bêbada perdeu as pregas - Categoria: Incesto - Votos: 14
78848 - UM CASAL MAIS QUE ESPECIAL - Categoria: Fantasias - Votos: 4
79041 - VIUVA, CRENTE E QUENTE - Categoria: Heterosexual - Votos: 10
79059 - SOFRI, CHOREI,CAGUEI + QUE DEI AHHHH DEI - Categoria: Heterosexual - Votos: 2
79235 - MINHA FREIRA, MINHA NINFA ENFERMEIRA. - Categoria: Heterosexual - Votos: 9
79658 - MINHA AFILHADA VIROU MINHA CADELINHA - Categoria: Incesto - Votos: 12
79691 - EU E JU SAPEKA NUMA PRAIA DE NUDISMO - Categoria: Heterosexual - Votos: 7
79695 - LIVIA A NINFA NINFOMANIACA - Categoria: Heterosexual - Votos: 7
79862 - AVENTURAS TESUDAS C/DANI BAHIANINHA/SYMONINHA - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 6
79924 - CARROTEL - UMA FODA FASCINANTE - Categoria: Heterosexual - Votos: 1
81315 - 1 É BOM, 2 É NORMAL 3 É OTIMO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 21
81336 - 1 É BOM, 2 É NORMAL 3 É OTIMO 2a Parte - Categoria: Traição/Corno - Votos: 9

Ficha do conto

Foto Perfil wabs09
wabs09

Nome do conto:
Suzana uma cadeirante ...Eficiente até demais

Codigo do conto:
78789

Categoria:
Heterosexual

Data da Publicação:
12/02/2016

Quant.de Votos:
7

Quant.de Fotos:
2


Online porn video at mobile phone


indefeso e fragil conto erótico gayquissercornoconto incesto jessica novinhaSexo com Beto Papakucontos eroticos dando gostoso meu cuporno travestim negra trançando com mulher negracontos de maes metedeirashttp://contactpromo.ru/conto/18603/175351/baile-a-fantasia.htmlconto erotico negaoconto erotico gay amigo da esposaconto erótico minha amante menininhacontos etoticos de. estrupads.aa forçaContos eroticos fui abusadacasadas.putafotowww tiofilhadavideos porno so irmanzinhas nascendo mamilosmeu filho goza nas minhas calcinhas contos eróticosnovinho da o cu sem lubrificante e chora sexo gaycrossdresser bundaContos eroticos marido leva roludo para esposa certinhacontos eroticos podolatria com a madrasta dormindocasada fui sem camisinha com um estranho contosites porncontos escritos zoofilia cavaloscontos eroticos cunhada e sogrAcontos com fotos cfm casadascontos eroticos meu sogro pauzudoSexo brutal cm tetraplegicobara otaku o melhor dia dos pais gay pornaproveitando cunhado bebado porno geyimagens porno heta sogra gostosa com genrocartoon porno mae e filhoutimoscontosconto erotico gay meu sobrinho me fodeu no hotelmalacocamaradasobre o cuckoldquadrinho de porno realconto erótico estuprada pelo encanador ainda virgemcontos eroticos de vovô faz netinho de femêa para fuder gayshomem trazando com boneca inflavelantiada seta meu pauzao cotoeroticoutimoscontosmulher casadaconto erotico com cachorrobuceta doendo de tanto dar contospornô gay olhando o meu primo contosconto erotico esposa na festacontos eroticos de sogra carenteporno em quatrinho o prefeitocontos eroticos uma doce de cunhadagibis pono volei sexoal entre uma mamãe e uma titia com bucetas muito deliciosas 2sofoto dinovinhav videos encooxou e ela pegoucontos erótico comendo a japonecinha de onze anosconto erotico bisex 2017 curitibaporno irmadormidfAmiliA favela porno contAs prA pAgar parte 2contos eroticos q o marido pegou a esposa fudendo com outro e sentiu foi tesao e participou tbm da festaconto erotico de incesto minha tia minha musa expiradora eu comi elaConto erotico meninasmulher maravilha fudendocontos erótico acordei taradocomi minha cunhada, contostetraplegico contos eroticoscontos eroticos minha esposa e o. pedreiroscatvedeogozou dentro da mulher do pescador -youtube -site:youtube.comcontos erotico ensinando o filhoscat a força contocontos de eroticos mamae e filhinhoFUI CUMIDA NA RUA CONTOS IROCTICOSxvidio cumeno sem tirar calcinhacontos erotico dei pro meu sobrinho doente mentalSexo com minha prima conto eroticocasal inversão contomulher sentando no dildo grossoconto porno ela nao quis mais enfiei mesmo assimporno em quadrinho entre familiameu filho me fodeu gostoso com fotosquadrinhi porno 3dperdendo as pregas do cu com o cachorro conto eróticocontoeroticopadrastoenteadameu enteado é uma bonequinha linda contos eroticoscontos eroticos de professoras velhas com a alunos novinhosencinanda a netinha inocenti contos eroticosminha tia lig pra minha e pede pra mim dormi na sua casa eu comi sua bocetacontos porno machuquei o cusinho delaconto eróticos meu irmão comeu minha amiga e eucontos eroticos em quadrinhos de compadre super dotados comendo comadre e afilhadasaiiiiiiiiiiiii tiraaaaaaaaaa paraaaaaaa paiiiii tá doendo mhz bucetinha contos eróticomeu marido pediu ajuda para desconhecido eu fui chantageada contos eroticoContos eroticos comendo nossa mae eu e meu primo