Gozada na Buceta no Carnaval



Essa experiência aconteceu no Carnaval passado, de 2015. Esse ano, nesse carnaval eu fui mais comportada. Não rolou nada demais. Fomos de galera para uma cidade do interior, carnaval de micareta, alugamos uma casa, compramos bebidas, abadas, amigos, ficantes; tudo de bom.

Depois daqueles arrombas de carnaval. Acordando cedo, ainda cansada e de ressaca, almoço rápido, e de volta para a folia, chegamos em casa um pouco mais cedo. Arrastamos uma turminha para nossa casa alugada para continuar uma festinha mais light. Foi passando o tempo, muitos foram embora, maioria foram dormir. Eu ainda, alerta, talvez por causa dos energético fiquei de papo com um amigo de uma amiga.

Ele chamava Daniel, poucos anos mais velho, gatinho, bom de papo. Com certeza iria rolar uns beijos, uns amassos, mas acabou que rolou muito mais.

Estavamos na varanda atrás da casa, sentados um de frente para o outro, em esses banquinhos de mesa de madeira, quando ele me deu o primeiro beijo. Lábios macios, língua ousada, beijei ele de volta. Cheguei mais perto, ele me puxou um pouco e continuamos com aquele beijo gostoso. Ele soltava uns gemidos baixinhos quando me beijava que achei muito interessante. Ele estava gostando do meu beijo. Eu com certeza estava adorando o dele.

Ele me beijava igual namorada, com as mãos no meu rosto, beijos longos, molhados, com aquela paixão. Colocou a mão na minha nuca, deu aquele puxão nos cabelos, como se estivesse me dominando e começou a dar beijos no pescoço. Nada muito molhada, mas aqueles beijos safadinhos, com leves mordidas que me fazia gemer também. Ele beijava minha boca, me puxando para perto com uma mão na cintura e outra na minha nuca, segurando pelos cabelos.

Já da para ver que ele era safadinho e experiente. Comecei a sentir aquela cócega lá em baixo, sentindo cada vez mais molhada. Minhas mãos apertavam as costas dele, com arranhões leves, me contendo para não machucar-lo.

Estava com aquele calor, cada segundo com mais tesão, sendo beijada com aquela paixão, meu pescoço e orelha sendo provocados pelo aquele homem super safado.

Minha mão agiu mais rapidamente que meu cérebro. Acariciei por cima do short dele, já senti um pau bem duro, apertando e gemendo, as vezes abrindo os olhos para ver se não tinha ninguém nos observando na varanda. Minha mão alisando o pau dele por cima o deu mais liberdade, ele confirmou exatamente o que eu queria e também deixou suas mãos mais livres.

Sentia aquela mão quente ir por debaixo da minha blusa, por baixo do meu sutiã e alisar com muito carinhos meus bicos dos seios. Os beijos não pararam, meus olhos mal abriam, e sentia a mão dele alisar cada bico, um de cada vez, dando leves apertões, que fazia que eu apertava com mais vontade o pau dele, ainda por cima do short.

Eu estava gemendo, mas tentando me conter para ninguém ouvir. Também estava de short, folgados, nada apertado, então foi muito fácil ele deslizar aquela mãos safada por baixo, empurrando minha calcinha para lado e alisar gostoso minha buceta super úmida. Eu gemia mais, mordendo aos lábios dele, com muito tesão para ele.

Abri mais as pernas, para facilitar, agarrei no pau dele, duro quase saindo para fora do short, senti o dedo dele alisar minha buceta, meu grelo molhado, sensível. Eu rebolava devagar, sem controle no dedo dele. Estava muito alterada e queria retribuir esse prazer que estava sentindo.

Bem devagar, comecei a desfazer o short dele, zíper de velcro, barulhento. Puxei o pau dele duro para fora e peguei com força na base. Punhetei ele devagar, duríssimo, continuando beijando a boca gostosa dele. Minha buceta sendo dedada bem devagar, com um dedo safado, no fundo ate sair todo e alisar meu clitóris. Esse fdp sabia muito bem dar prazer.

Parei de beijar-lo, nem olhei para ele e abaixei minha cabeça para dar aquela chupada naquele pau duro. Não parei de punhetar e abocanhei a cabeça dura e vermelha. Eu gemia enquanto dava prazer com a boca, ele começou a gemer também, com a mão na minha nuca e tentando acariciar meus seios. Ele estava muito gostoso e chupei com muita vontade, apertando a base, punhetando devagar, coordenando meus movimentos com a boca.

Ele se levantou, eu fiquei sentada e fazia caricias no meu cabelo, gemendo. Ficou mais fácil para meu pescoço, continuei no vai e vem, engolindo o pau dele bastante, deixando minha saliva acumular, sem soltar o pau dele, sendo apertado pela minha mão na base. Ele estava muito duro, muito cabeçudo. Abri os olhos, vi aquele pau tão safado na minha frente, passei ele na língua, dei lambidas, olhando para cima quando ele gemia, antes de socar ele na boca de novo.

Ele me chamou para ir ao banheiro, ao lado, onde iríamos ter mais privacidade. Entramos e trancamos a porta. Ele sentou no vaso e me chamou para sentar. Nessa hora, ninguém tinha uma camisinha, mas resolvemos continuar assim mesmo. Fui para cima, de frente para ele, segurei o pau dele, encaixei e sentei com delicadeza. AS mãos deles na minha bunda, me apertando, me desejando, abrindo minha bunda.

Eu quase gozei lógico no inicio, sentindo ele La no fundo, me abrindo cada cm. Esfreguei bastante, num vai e vem gostoso, segurando a fala, para ninguém ouvir. E estava muito gostoso cavalgar naquele pau safado, estava me dando muito prazer.

Com aquele calor e pegada, estamos com medo de quebrar o vaso sanitário. Levantei, fiquei de costas para ele, encostada na pia, apoiando na parede, bem de frente para o espelho. Ele veio por trás, empinei, abri as pernas, ele entrou gostoso, fácil. Igual um coelhinho, rápido, forte, duro, no fundo, sentia cada estocada dele. Me olhava no espelho sendo comida por essa homem quem mal conhecia, mordendo os lábios, segurando para não gemer alto.

Ele agarrou meus cabelos, pela nuca, puxou e me comia com força e vontade, minhas pernas bem fracas e bambas, minha buceta já bem aberta, gozada, melada, ate satisfeita, estava fora de si. Ele falou que iria gozar dentro, apenas gemi. Ele parou de bombar e soltou um gemido mais alto, puxando meu cabelo com força, soltando toda porra quente dentro. Empinei e ele me puxou, gozando cada gota dentro, apertando meus seios.

Ficamos uns segundos na posição, respirando fundos, ambos cansados, ele tirou o pau ainda duro e colocou de volta bem devagar, sentia a porra quente escorrer e o safado me usando ainda bem gostoso.

Tomei um banho ali com ele, ele me perguntou se tomava remédio e eu disse que não, para o susto dele. Mas era mentira, falei só para sacanear com ele. Ficamos conversando um pouco, ele foi embora, eu fui dormir, de banho tomado, buceta arrombada, ardendo, mas comas pernas bambas, sentimento eufórico depois de uma bela gozada com um parceiro muito gostoso.

Bom Carnaval para todos


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario giuser

giuser Comentou em 16/04/2016

Adorei. Votado. Bju

foto perfil usuario avs

avs Comentou em 01/04/2016

Votado sem duvidas..., escreve muito gostoso.

foto perfil usuario kzdopass48es

kzdopass48es Comentou em 21/02/2016

Excitação pura. BETTO

foto perfil usuario eroscontos

eroscontos Comentou em 16/02/2016

Votadíssimo.....se puder leia meus relatos tb....bjks

foto perfil usuario delamano

delamano Comentou em 16/02/2016

Que ritmo bom de escrever...delícia!




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


78340 - Mamando o colega depois do trabalho - Categoria: Coroas - Votos: 27
78436 - Foda Gostosa depois do Happy Hour - Categoria: Heterosexual - Votos: 20
79751 - Troquei de Ficante com a Amiga e Levei Gozada - Categoria: Heterosexual - Votos: 23
79859 - Não aguentei o Professor Dotado - Categoria: Coroas - Votos: 40
80509 - Minha primeira gozada dentro da buceta - Categoria: Heterosexual - Votos: 23
80751 - Mamei e Engoli Porra Do Coroa no Trabalho - Categoria: Coroas - Votos: 35
81047 - Dando a Buceta no Trabalho - Categoria: Coroas - Votos: 31
81420 - Masturbei amigo da Minha Prima na Cama Dela - Categoria: Masturbação - Votos: 27
81722 - Primeiro 69 e Primeira Gozada.....na Boca - Categoria: Heterosexual - Votos: 12
81841 - Arrombada na Praia por 2 em Bombinhas - SC - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 24
87979 - Mais uma gozada na boca - Categoria: Heterosexual - Votos: 21

Ficha do conto

Foto Perfil aninhagatalinda
AnaPsecreta

Nome do conto:
Gozada na Buceta no Carnaval

Codigo do conto:
78707

Categoria:
Heterosexual

Data da Publicação:
10/02/2016

Quant.de Votos:
18

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


contos etoticos de. estrupads.aa forçaporno corno mulheres q pedem negoes picudos pro seus maridoscontos transex fudendo com entregador de pizzaquadrinhos eróticos de gays o amigo negro do meu filhohospedei casal sem tem pra onde ir contos eroticoContos eroticos infanciaConto gay dando pro usuariocontos meu cu e meu filhocontos eroticos com fotos mulher casada traindo corno gozada empresario chefeQuadradinho erotico conto 2006rabao dona solange contos ilustrados pornocontos roludos trepadorespapai fode a filiha ate goza na bucetinha delaconto dei para meu inclinocontos com fotoscfm casadasconto erotico 18 anoscontos eroticos de vovô faz netinho de femêa para fuder gayshq de sexo entre familiacontos recém casada encucada no maridobebada no onibus conto eroticocontos eroticos cu virgens incestosogra metendo com genro e a nora olhandoconto erotico patroa taradasIniciação anal de lilian contos eroticoscontoeroticonovoconto dupla penetraçãoContos erodico acabei trazando com meu intiadocontos porno filha anã novinhacontos eroticos vizinha crente kkkkmeu vizinho me estrupo ranco meu cabacinho novinhascumendo o cu pretinho da comadrecontos eroticos meu marido quer que eu de para meu tio adotivoconto no banho com tiasporno emtalada na cozinha mi a ajudaconto gay video gamecontos eróticos-irmãsmae no hotel com o filho qadrinho pornonovinha dando a forca pros mendingos contosfilhaputacontoconto erotico minha mae me provocasofri na pica grande contosconto incesto q boceta boanua da moz mostra buceta tirando espermatozóidesvadia sonabula mete com roludo no quarto dele e quando acorda sente a porra escorrendo de dentroconto erótico estuproconto erotico novinho me pegou gostosocontos eroticos flagrei minha esposa seduzindo meu amigoداستان مصور سکسی خفنconto erotico traveco mexeu comigocontos com fotoscfm casadasConto erótico pagando aposta do filhomeu sogro isasiavel comtosonifero cazeiroConto erotico meus pais meterao no meu cuzinho quando eu era pequenawww.contos eroticocasada dopada xvideo traidoracontos eroticos no hotel com mamaecontos romanticos gay heteromeninAcrenteputacontos eróticos gay virei mulhercontos gay o casado virou putinhacomendo cu com sonifero contoscontos erotico escravizei e depilei minha sogracontos a menina crente puta por acasoconto erotico c/ fotosfilha apixonada p/ paiconto erotico: levei um tapa na bundaconto erotico de inserçãodeixei minha esposa ir passear na praia e ela voltou gozada contoconto a entrevista de emprego com a coroautimoscontosContos eroticos com gays e travestis negros dotados